Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Polícia Federal e Funai iniciam fazem buscas por caçadores desaparecidos
29/04/2022 13:40 em Política

Equipes já estão na reserva indígena Parakanã, a cerca de 30 quilômetros de Novo Repartimento, procurando pelos jovens Cosmo Ribeiro de Sousa, José Luís da Silva Teixeira e Wilian Santos Câmara

A Justiça Federal autorizou as buscas por Cosmo Ribeiro de Sousa, mais conhecido como "Manel", José Luís da Silva Teixeira e Wilian Santos Câmara, desaparecidos na tarde de domingo (24), após saírem para caçar na reserva indígena Parakanã, situada a cerca de 30 quilômetros de Novo Repartimento, sudeste do Pará. As equipes da Polícia Federal e da Fundação Nacional do Índio (Funai) já estão no local.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o trecho do quilômetro 285 da rodovia BR-230 foi liberado totalmente por volta das 20h da última quinta-feira (28). Moradores da região haviam interditado o local desde terça-feira (26), pedindo providências às autoridades para que o caso fosse resolvido rapidamente.

Os três jovens teriam saído para caçar na reserva indígena Parakanã e não retornaram mais. Familiares dos caçadores acusam os indígenas de serem os responsáveis pelo desaparecimento. Por conta disso, a situação teria ficado tensa durante a manifestação e precisou da mediação da Funai, informou o Ministério Público Federal (MPF), que também acompanha a situação.

Os três jovens teriam saído para caçar na reserva indígena Parakanã e não retornaram mais. Familiares dos caçadores acusam os indígenas de serem os responsáveis pelo desaparecimento. Por conta disso, a situação teria ficado tensa durante a manifestação e precisou da mediação da Funai, informou o Ministério Público Federal (MPF), que também acompanha a situação.

 

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE