Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Carnaval 2022: órgãos de segurança detalham fiscalização no Pará
24/02/2022 09:05 em Política

Ao todo, 1,9 mil agentes estarão envolvidos nas ações por todo o estado

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, em conjunto com os órgãos de segurança da esfera estadual e municipal, vai deflagrar a "Operação Carnaval 2022" na próxima sexta-feira (25), no Pará. A ação, que vai até o dia 3 de março, contará com mais de 1.900 agentes envolvidos nas atividades ostensivas, preventivas e de fiscalizações durante o feriado prolongado. Desse total, 840 são policiais militares.

Ao todo, 52 municípios ganharão reforço no policiamento e nas fiscalizações. Na manhã desta quarta-feira (23), o titular da Segup, Ualame Machado, detalhou a operação, em entrevista àimprensa. Ele afirmou que está proibido o carnaval de rua (bloco, trio elétrico) em todo o Pará.

Durante a coletiva à imprensa, na manhã desta quarta-feira (23), o titular da Segup, Ualame Machado, disse que não haverá carnaval de rua, com blocos e trios elétricos. A determinação faz parte das medidas protocolares em combate à covid-19. Os blocos de rua estarão proibidos tanto na RMB quanto em alguns municípios do interior, que estabeleceram medidas de proibição por meio de decretos municipais.

As festividades em torno do carnaval só estarão permitidas em locais fechados e privados, dentro da capacidade normal de funcionamento do estabelecimento. Será exigido, por parte do organizador, o comprovante com o esquema vacinal completo dos frequentadores.

Em Salinas, o Centro de Comando será instalado na entrada do atalho da Sofia, na praia do Atalaia

A Segurança Pública ativará seu Centro Integrado de Comando e Controle nas praias e balneários mais procurados pelos turistas nesse período. A movimentação contará com fiscalização 24h por dia para garantir maior segurança e tranquilidade a todos durante o Carnaval.

Em Salinas, o Centro de Comando será instalado na entrada do atalho da Sofia, na praia do Atalaia. O trânsito na praia do Atalaia também contará com um esquema de ordenamento do fluxo para garantir maior segurança aos banhistas que buscarem o local para seu entretenimento.

O distrito de Mosqueiro também contará com o Centro Integrado de Comando, em parceria com a Guarda Municipal de Belém, de onde serão monitorados os principais pontos do distrito e adjacências.

Policiamento na capital não será prejudicado, diz comandante da PM

Comandante geral da Polícia Militar, o coronel Dilson Júnior disse que não haverá prejuízo ao policiamento na capital. É que os militares que estão sendo deslocados para o interior do estado atuam na atividade administrativa. O delegado geral de Polícia Civil, Walter Resende, disse que 109 policiais civis, em 25 viaturas, atuarão, na região metropolitana, em Benevides, Cotijuba, Mosqueiro e Santa Bárbara.

O Corpo de Bombeiros contará com 297 militares, que usarão 52 viaturas e 16 embarcações, estarão presentes em 65 balneários do Pará. O Detran atuará com 298 agentes em 30 municípios.

A Polícia Científica do Pará estará em Salinas, Mosqueiro, Icoaraci e Marudá com peritos criminais para atender as regiões e agilizar os procedimentos policiais. "Teremos um médico legista em Salinas e outro em Mosqueiro para dar todo o apoio e reforçar os atendimentos que necessitem desse serviço”, disse o diretor da instituição, Celso Mascarenhas.

 

Fonte: O Liberal

 

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE