Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Marajó: Pescadores encontram última vítima de naufrágio
11/12/2021 14:48 em Política

A mãe e três filhas morreram na tragédia; dois filhos e o pai sobreviveram

No começo da manhã deste sábado, 11, foi encontrado o corpo de Adriane Sena Barbosa, de 13 anos, quarta e última vítima a ser localizada após o naufrágio que vitimou a família de sete pessoas em Santa Cruz do Arari, na última quinta-feira, 09. Três pessoas - o pai e dois filhos - conseguiram sobreviver ao acidente aquático, mas a mãe e as três filhas foram localizadas apenas após operações de buscas, já sem vida.

Segundo o 18º Grupamento Bombeiro Militar (GBM) de Salvaterra e Prefeitura de Santa Cruz, o corpo de Adriane foi achado em uma região afastada do local do naufrágio, por volta das 5h. Foram pescadores que localizaram a vítima, e uma unidade dos bombeiros já se desloca para ajudar na remoção do cadáver. Com isso, as buscas foram encerradas.

O caso

O naufrágio aconteceu no Rio Arari, na região da Vila de Jenipapo, por volta de 19h de quinta-feira, próximo ao cais da Fazenda Menino Jesus. O pai da família, Léo Hélio Cuimã conseguiu nadar até a margem, salvando os filhos Lorran Eduardo Barbosa e Léo Hélio Araújo Cuimã Filho. A mãe, Risolene Sena Barbosa, foi encontrada morta horas depois, por volta de 1h de sexta-feira, 10. Uma das filhas, Jadiane Sena Barbosa, de 15 anos, foi encontrada sem vida por volta das 7h da manhã.

A mãe e a filha mais velha foram sepultadas por amigos e parentes na tarde do mesmo dia, sob forte comoção. Mais ou menos na hora do sepultamento, à tarde, a pequena Lorrana Heloá Sena Barbosa, de dois anos, também ingressou na lista de vítimas na tragédia. No dia seguinte, antes do sol nascer, ribeirinhos encontraram Adriane, na região da Fazenda Guia, encerrando as buscas pelos desaparecidos no acidente. 

A Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR) informou que "uma equipe de inspeção naval será encaminhada ao local e será instaurado um inquérito administrativo para apurar possíveis causas e responsáveis pelo acidente". Em sua página em uma rede social, a Prefeitura de Santa Cruz do Arari lamentou o que classificou como fato lamentável, e o prefeito Nicolau Pamplona decretou luto de três dias.

 

Fonte: O liberal

 

 

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE